GTGs Centro de Tradições Gaúchas - Cultura Gaúcha

Os Centros de tradições Gaúchas são entidades associativas comfinalidade sócio-cultura. São agremiações com personalidade jurídica, estatutos e diretoria, com Presidente, Vice-Presidente e demais cargos, adotando uma nomenclatura simbólica que traduz para a linguagem campeira a nomenclatura convencional. Assim o presidente passa a ser denominado Patrão; o vice-presidente, Capataz; o secretário, Sota-Capataz; o tesoureiro, Agregado do Fiel ou Agregado das Pilchas; o assessor de comunicações, Agregado ou Chirú das Falas; o encarregado dos serviços gerais, Capataz Geral; o presidente de honra, Patrão de Honra, o conselho deliberativo ou fiscal, Conselho de Vaqueanos; o encarregado da limpeza e consevação das dependências do centro Peão Caseiro.







Cada centro ainda pode ter Diretor Artístico, Diretor Cultural, Chefe da Campeira, Diretor de Esportes, etc. Além da Patronagem os CTG elegem suas Primeiras, segundas e terceiras Prendas, nas modalidades Mirim, Juvenil e Adulta e os seus Peões Farroupilha. Em determinadas ocasiões são eleitas as mais prendadas Prendas.
Sedes dos CTGs: Os CTG possuem, geralmente, sedes campeiras e sedes festivas urbanas, sendo comum, nestas, um galpão rústico para os fogos de chão e recintos para bibliotecas e museus. Na sede festiva urbana realizam-se fandangos, saraus de prendas, cursos de culinária e trabalhos artesanais, seminários culturais, concursos de danças, trovas, declamação, causos, cantos e atividades, além de tertúlia próprias da Semana Farroupillha.






As Invernadas Artísticas são responsáveis por apresentações de danças, declamações, trovas, músicas... Na sede campeira, realizam-se gineteadas, rodeios, festas com competições de tiro de laço, doma, prova de rédea, pealo, disputa de carreiras em cancha reta e o jogo da tava sob os cuidados das Invernadas Campeiras. Nos acampamentos vivenciam-se a hospitalidade característica do gaúcho, incluindo tertúlias, churrascos, roda de chimarrão e encontro de peões e prendas. A grande maioria dos Centros de tradições Gaúchas possui Piquetes de Laçadores ou Piquetes Nativistas que são espécies de equipes especializadas em práticas campeiras e que participam das competições esportivas nos rodeios. Os CTG prezam pelo código de ética tradicionalista, disciplinando seus filiados sob rígidos princípios de comportamento moral, tais centros desempenham relevante papel educativo no que diz respeito ao resgate e ao cultivo das raízes do povo gaúcho, congregando e envolvendo gerações diversas (crianças, jovens, adultos e idosos) em atividades campeiras, artísticas e culturais.
Fonte: Fonte: Revista Vida Regional






   

 
Site melhor visualizado em resolução 800x600 com Internet Explorer 4.0 ou superior
Copyright © 2004 Portal Santa Maria - Todos os direitos reservados
Cultura Gaúcha http://www.culturagaucha.com.br
Política de privacidade