Símbolos oficiais do Rio Grande do Sul

Como símbolo de entidades sociais, políticas e desportivas: Quando encontrar-se em mau estado de conservação;
Como ornamento de roupas, casas de diversões ou em qualquer ato que não tenha o caráter oficial. Seu hasteamento ou arriamento dependerá de algumas regras, conforme a presença ou não da bandeira nacional, como:
Art.31. A Bandeira Nacional, em todas as apresentações no território nacional, ocupa lugar de honra, compreendido como uma posição:







1) central ou mais próxima do centro e à direita deste, quando com outras bandeiras, pavilhões ou estandartes, em linha de mastros, panóplias, escudos ou peças semelhantes; 2) destacada à frente de outras bandeiras, quando conduzidas em formaturas ou desfiles; 3) á direita de tribunas, púlpitos, mesas de reunião ou de trabalho.
Parágrafo Único: considera-se direita de um dispositivo de bandeiras a direita de uma pessoa colocada junto a ela e voltada para a rua, para a platéia ou, de modo geral, para o público que observe o dispositivo. (Decreto 70.724, de 09 de março de 1972).






Posta-se a Bandeira do Rio Grande do Sul: Baseando nas normas transcritas, posta-se a bandeira do Rio grande do Sul das seguintes maneiras:
Caso tenha número ímpar de bandeiras, posta-la do lado esquerdo da Bandeira Nacional; em caso de número par, a bandeira estadual deve estar ao centro (se não houver a bandeira nacional) ou o mais próximo possível;
Quando estendida sem mastro em portas, ruas, praças, entre edifício deverá estar na posição horizontal;
Quando exposta em locais de reunião, convenções, ou demais solenidades em ambientes fechados, deverá estar logo atrás da cadeira do presidente da atividade;
Fonte: http://www.culturagaucha.com.br






   

 
Site melhor visualizado em resolução 800x600 com Internet Explorer 4.0 ou superior
Copyright © 2004 Portal Santa Maria - Todos os direitos reservados
Cultura Gaúcha http://www.culturagaucha.com.br
Política de privacidade